Um exemplo de ser feliz

/
0 Comments

Na vida existem perguntas difíceis de serem respondidas e que, para alguns, podem se tornar um verdadeiro tormento. É o que nos mostra o cão do livro Selma, Cosac Naify, 2007 de Jutta Bauer. Angustiado por não achar resposta para a importante questão: o que é felicidade? , consulta o grande bode, que lhe conta a história de Selma.
A humorada história escrita e ilustrada por Bauer, nos mostra como uma questão tão complexa e filosófica, pode nos ajudar a compreender o verdadeiro sentido da vida e como pode ser bom sentir prazer em fazer coisas simples que permeiam o cotidiano e nos gratificam. Encontrar a felicidade em ser quem realmente somos e em estar com quem se quer estar, valorizando o que somos e não o que temos, considerando a importância das relações que nos humanizam e que infelizmente no mundo contemporâneo se apresentam cada vez mais líquidas e efêmeras.
Selma nos traz esperança.
É fato que, em um mundo cheio de falsas promessas, onde muitos procuram a felicidade nos últimos lançamentos do mercado, onde envelhecer é cometer uma infração grave e consumir é a palavra de ordem, é necessário ter esperança em alguma mudança.
Esse livro pode nos mostrar como ser feliz. Depende apenas do que consideramos importante e no que acreditamos.
Uma leitura que, realmente, pode expandir fronteiras e trazer felicidade.

Livro: Selma
Autora: Jutta Bauer
Tradução: Marcus Mazzari
Editora: Cosac Naify, São Paulo, 2007

Andrea de OliveiraMestranda em Patrimônio cultural e sociedade – UNIVILLE
Pesquisadora voluntaria do PROLIJ


Posts relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.